Incêndio atinge galpão de fábrica de colchões na Zona Oeste de Manaus

Incêndio em Manaus

Incêndio destruiu cobertura do galpão de fábrica, em Manaus (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Um incêndio atingiu um galpão de uma fábrica de colchões na Rua Vertente, do bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira (17). Segundo o Corpo de Bombeiros, funcionários da empresa e combatentes controlaram as chamas no local. Não houve feridos.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio iniciou por volta das 14h30.

Duas viaturas foram deslocadas para a ocorrência. Ao chegar, a equipe constatou que funcionários haviam começado o controle do incêndio, e evitaram que as chamas se espalhassem.

Ainda segundo os bombeiros, os danos foram perda total da cobertura da edificação e dos materiais que estavam armazenados. O galpão era utilizado para depósito de blocos de espuma. Não há informações sobre o que possa ter causado o incêndio.

Boleto da taxa de incêndio do Estado do Rio de Janeiro começa a ser entregue em junho de 2016

RIO DE JANEIRO – Os boletos da taxa de incêndio do Corpo de Bombeiros referentes ao ano passado serão distribuídos em junho, de acordo com a corporação. Os pagamentos devem ser feitos entre os dias 11 e 15 de julho, mas os contribuintes que quiserem quitar o débito antes dessas datas poderão fazê-lo a partir do dia 25 de maio através do site do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros, Funesbom, (http://funesbom.com.br). Basta imprimir o boleto, desde que tenha em mãos o número de inscrição predial que consta do carnê do IPTU. Em seguida, é só informar o município.

Os valores do tributo variam entre R$ 25,49 (para imóveis com até 50 metros quadrados de área construída) e R$ 1.529,12 (bens não residenciais com mais de mil metros quadrados). Segundo o Corpo de Bombeiros, as cobranças serão enviadas pelos Correios. Até a data do vencimento o pagamento poderá ser feito em qualquer agência bancária ou em casas lotéricas. O pagamento pode ser efetuado pelo proprietário, seu representante ou pelo locatário.

De acordo com o diretor do Funesbom, coronel Marcos Almeida, umas das dúvidas frequentes é sobre o direito à isenção da taxa. “Pela Lei estadual 3.686/01, a isenção beneficia aposentados, assim como pensionistas e portadores de deficiência física, desde que sejam proprietários ou locatários de apenas um imóvel residencial de até 120 metros quadrados, com rendimentos de até cinco salários mínimos”, orienta o coronel Marcos Almeida.

Taxa de Incêndio – De acordo com o Corpo de Bombeiros, a taxa de incêndio é um tributo obrigatório prevista no Código Tributário do Estado do Rio de Janeiro. Ela é exigida dos municípios abrangidos pelo sistema de prevenção e extinção de incêndios, “tanto naqueles que possuem o serviço instituído pelo Estado, quanto nos municípios vizinhos, desde que as suas sedes sejam distantes até 35 quilômetros das sedes dos municípios em que o serviço esteja instalado”.

A corporação enfatiza que os recursos são aplicados no reequipamento operacional, na capacitação e atualização de recursos humanos e na manutenção do Corpo de Bombeiros e dos órgãos da Secretaria estadual de Defesa Civil, “sempre visando à melhoria da prestação de serviços à população”.

Fogo na Santa Casa dá prejuízo de R$ 1 milhão com queima de respiradores

incendio_WOm0u6R

Equipamentos clínicos, pesquisas e prontuários se perderam no incêndio.
Defesa Civil informou que estrutura do prédio não foi comprometida.

O incêndio que atingiu um anexo da Santa Casa, em Belo Horizonte, causou um prejuízo de pelo menos R$ 1 milhão, informou a direção do hospital na manhã desta quinta-feira (5). De acordo com a instituição, esse valor é referente a 12 respiradores que foram destruídos pelo fogo. Equipamentos da engenharia clínica, principalmente de medicina intensiva, pesquisas, arquivos e prontuários de pacientes também se perderam em meio às chamas. Todos os aparelhos estavam em manutenção.

O fogo começou por volta das 18h desta quarta-feira (4), no segundo pavimento do anexo, na Rua Piauí, no bairro Santa Efigênia, Região Centro-Sul da capital mineira. Não houve vítimas.

A direção da Santa Casa informou ainda que o prédio atingido pelas chamas é da década de 1920, é tombado e que toda a atividade do hospital está preservada. Uma compra emergencial será feita para substituir os equipamentos destruídos.

Técnicos da Defesa Civil estiveram nesta quinta-feira no local e, segundo o órgão, a estrutura do imóvel não foi comprometida. Uma área de 520 metros quadrados foi queimada, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Segundo a direção do hospital, o fogo não atingiu o prédio principal e por isso não foi preciso transferir nenhum paciente. As causas do incêndio serão investigadas.

A altura das chamas tomaram conta do prédio. Todo o telhado foi consumido pelo fogo.

Algumas pessoas trabalhavam no prédio quando o fogo começou. “A gente estima que tinha três ou quatro pessoas, no máximo, que estavam trabalhando no local. Já no início do incêndio, todos evadiram do prédio. A brigada de incêndio do hospital entrou em ação imediatamente”, disse o representa do hospital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 44 militares foram envolvidos. “Maior dificuldade, no primeiro momento, foi mesmo visualizar e ter a certeza de números de pessoas que poderiam estar no interior da edificação, assim como o número de pavimentos tomados pelo incêndio”, disse o tenente-coronel Tadeu do Espirito Santo.

O fogo foi extinto por volta das 21h. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Na noite de 4 de maio de 2016, um incêndio de grande proporção atingiu um dos 13 anexos da Santa Casa, onde funciona a engenharia clínica, manutenção de aparelhos e o Centro de Estudos do hospital, no Bairro Santa Efigênia, Região Hospitalar de Belo Horizonte. A capela fica ao lado e não foi atingida. O fogo chega ao segundo andar do prédio e uma funcionária que estava no local foi retirada logo no início pela brigada de incêndio do hospital, sem ferimentos.

Na tarde de 5 de dezembro de 2012, funcionários e pacientes também ficaram assustados com um princípio de incêndio no fosso do elevador de roupa suja do prédio principal, mobilizando funcionários e provocando temor em quem passava pela Avenida Francisco Sales. A fumaça saía pela janela do subsolo e várias pessoas telefonaram para o Corpo de Bombeiros, que mandou uma grande equipe ao local. A brigada do próprio hospital conseguiu debelar as chamas, mas os militares perceberam falhas na segurança da unidade e anunciaram uma vistoria para avaliar a estrutura.

Incêndio atinge apartamento e supermercado em Taubaté, SP

As chamas mobilizaram cinco viaturas dos bombeiros nesta segunda (9).
Imóvel é do dono do mercado; ninguém ficou ferido.

Um incêndio atingiu um apartamento e o teto de um supermercado na tarde desta segunda-feira (9) em Taubaté. O fogo, no bairro Chácara Silvestre, mobilizou cinco viaturas dos bombeiros.

Testemunhas contaram que as chamas começaram no apartamento onde mora o dono do mercado. Algumas garrafas de álcool foram encontradas no local. Não havia ninguém no imóvel.

Por conta das chamas, o teto do mercado ficou destruído. As causas do incêndio serão investigadas.

Incêndio destrói seis lojas em Promissão

Perícia técnica, a ser realizada na manhã desta segunda(9), apontará se início do fogo foi criminoso ou acidental; área permanece isolada

Um incêndio de grandes proporções foi registrado no final da noite do último sábado (7), em Promissão (120 quilômetros de Bauru). As chamas destruíram completamente seis estabelecimentos comerciais no cruzamento da avenida Minas Gerais com a rua Gentil Moreira, no Centro da cidade.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o incêndio começou por volta das 20h, e só foi contido às 23h. As chamas se alastraram rapidamente e a área ficou isolada nesse domingo (8) para que o trabalho de perícia possa ocorrer na manhã de hoje.

O principal objetivo é apontar se o fogo começou acidentalmente ou se o incêndio foi criminoso. Para atender a ocorrência, foram deslocadas quatro viaturas da PM e outras duas do Corpo de Bombeiros.

Incêndio atinge UTI de hospital particular em João Pessoa

Funcionários removeram pacientes e ajudaram a controlar o fogo.
Ocorrência foi registrada na Torre, na noite de domingo, dizem bombeiros.

Um incêndio atingiu a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Memorial São Francisco, localizado no bairro da Torre, em João Pessoa, na noite de domingo (8). Conforme registro do Corpo de Bombeiros, um chamado foi feito pelo hospital por volta das 20h30, mas o fogo foi inicialmente controlado pelo próprios funcionários do hospital.

Segundo o capitão do Corpo de Bombeiros, Edvaldo Santos, os funcionários da unidade também retiraram os pacientes no momento em que o fogo começou e por isso não houve feridos.

“Havia pacientes no leito, a UTI estava funcionando normalmente e a princípio atingiu um dos leitos, mas ainda não temos como saber a extensão. Os pacientes foram retirados o mais rápido possível para outras áreas do hospital”, relatou.

Ainda de acordo Edvaldo Santos, uma equipe de perícia foi chamada e realizou exames na unidade onde ocorreu o incêndio. “A equipe responsável por essa avaliação esteve no local, iniciou os trabalhos, para poder dizer com certeza o que aconteceu”, acrescentou. O G1 tentou entrar em contato com o Hospital Memorial São Francisco, mas foi informado que o único apto a ceder informações estava em reunião.

ABSpk realiza seu 2º evento Side-by-Side burn

Side-by-Side burn - Franco da Rocha - SP

Depois do sucesso do primeiro evento Side-by-Side burn da América Latina realizado pela ABSpk na cidade de Paulínia – SP no último dia 13/04, a ABspk realizou, em 26/04, na Escola Superior de Bombeiros de Franco da Rocha, município de Franco da Rocha – SP, o seu mais recente evento Side-by-Side burn.

O projeto SbS (Side-by-Side burn) consiste na simulação simultânea de incêndio em 2 ambientes idênticos e dispostos lado a lado, sendo um protegido por sprinkler e outro sem proteção, visando comparar os efeitos resultantes do incêndio em cada ambiente.

 
Assista abaixo ao vídeo realizado durante o evento:
 

Incêndio atinge armazém de materiais de construção no Sertão da Paraíba

Telhado de casa que fica ao lado foi parcialmente destruído.
Dono do estabelecimento não sabe dizer o que ocasionou o incêndio.

Um armazém ficou destruído após ser atingido por um incêndio na noite da segunda-feira (25) na cidade de Marizópolis, no Sertão paraibano. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 21h e só foi apagado após mais de uma hora.

O dono do local disse ao Corpo de Bombeiros que não imagina o que tenha causado o incêndio. O estabelecimento fica entre duas casas. Apesar das chamas terem atingido todo o armazém, apenas uma parte do telhado de uma das residências foi danificada.

Além das viaturas do Corpo de Bombeiros, também foram utilizadas carros-pipa para controlar o incêndio. Os Bombeiros não registraram feridos, apenas danos materiais. As causas do incêndio vão ser investigadas.

Incêndio destrói supermercado no Centro de Primavera

fogo_nnikf2C

Bombeiros foram acionados para atender a ocorrência nesta terça-feira (26).
Chamas atingiram uma área de 1.000 metros quadrados do estabelecimento.

Cerca de 80% do imóvel foram atingidos pelas chamas (Foto: Adeildo Pereira/Reprodução/Cedida)
Um incêndio atingiu um supermercado na Avenida dos Barrageiros, no Centro do distrito de Porto Primavera, em Rosana, na madrugada desta terça-feira (26). Conforme informações do Corpo de Bombeiros, as chamas atingiram cerca de 80% do imóvel. Não houve registro de feridos.

Segundo a corporação, o fogo começou por volta das 4h30 e um vigia do local acionou os bombeiros. Por volta das 9h, o incêndio já estava sob controle. Foram queimados 1.000 m² do local. A área que foi atingida compreendeu, além do próprio supermercado, o depósito do estabelecimento.

Desde quando as chamas foram apagadas, os bombeiros passaram a trabalhar no rescaldo do local, devido à grande quantidade de estoque. “Este trabalho é para evitar que o incêndio se inicie novamente, já que há muito material inflamável como plástico, papelão e produtos químicos para limpeza, por exemplo. E isso tem gerado dificuldade para finalizar os trabalhos”, explicou o major Carlos Motta.

Ele informou também que a parte que não pegou fogo é do próprio salão do supermercado e que a área atingida está condenada. “A estrutura é de ferro e foi danificada com as altas temperaturas. Deu perda total. O prédio e o terreno do supermercado estão isolados”, pontuou.

No total, trabalharam no atendimento da ocorrência 23 bombeiros, três caminhões auto-bombas da corporação e ainda outros três caminhões da empresa Odebrecht. Os agentes ainda contaram com o auxílio da Prefeitura.

Ainda não se sabe o que pode ter ocasionado o incêndio.

ABSpk realiza primeiro evento Side-by-Side burn da América Latina

SbS Paulínia

A ABspk realizou no último dia 13/04, no município de Paulínia – SP, o primeiro evento Side-by-Side burn da América Latina.

O projeto SbS (Side-by-Side burn) consiste na simulação simultânea de incêndio em 2 ambientes idênticos e dispostos lado a lado, sendo um protegido por sprinkler e outro sem proteção, visando comparar os efeitos resultantes do incêndio em cada ambiente.

 
Assista abaixo ao vídeo realizado durante o evento: