Tragédia em São Paulo

desabamento1-418x235

A ABSpk lamenta o incêndio ocorrido, ontem, no largo do Paissandu, em São Paulo, e se solidariza com as vítimas e com as famílias envolvidas desta tragédia.

Reforçamos, mais uma vez, a importância de pensarmos em proteção contra incêndios.

Existe legislação e normas que tratam de requisitos mínimos de projeto e instalação, e estes devem ser atendidos para que eventos como esse deixem de ser corriqueiros em nossos noticiários.

Não cabe à ABSpk julgar e apontar culpados. Mas, no caso do edifício Wilton Paes de Almeida, eram sabidas as irregularidades e, mesmo assim, dezenas de famílias habitavam o local.

Medidas de proteção que restringem a propagação de um incêndio – como compartimentação vertical e horizontal, ou a utilização de materiais resistentes ao fogo na construção – não existiam no local, por se tratar de edificação muito antiga, construída quando estas não eram exigidas, ou por degradação na maneira que estava sendo ocupada.

O Corpo de Bombeiros de São Paulo já havia alertado para a falta de hidrantes, extintores e até mesmo para a falta de cuidado nas instalações elétricas, que foram adaptadas ao longo dos anos.

Aparentemente, não existiam sistemas de sprinklers (chuveiros automáticos) instalados, e se existiam não eram mantidos corretamente, pois seriam, com certeza, responsáveis por conter o fogo logo em seu início, permitindo a evacuação total até a chegada e extinção pelo Corpo de Bombeiros.

Infelizmente, este não foi o primeiro incêndio do ano, tampouco será o último. Nem mesmo o único incêndio deste 1º de maio, apenas o mais noticiado. Incêndios acontecem aos montes durante todo o ano, e o que mais se apura é a falta de proteção adequada por negligência, ausência de conhecimento ou economia.

Quando estamos tratando de vidas o assunto é muito sério, não deve existir racionamento de recursos e somente empresas sérias devem ser consideradas.

Diariamente, a realidade está estampada nos noticiários: incêndios acontecem aos montes, muitas vezes, sem alerta prévio. Neste episódio, já estava avisado há tempos!

A ABSpk enquanto Associação defende aplicação de normas e requisitos técnicos estabelecidos para a proteção contra incêndios. Este é único caminho para a preservação do patrimônio público e principalmente para salvaguardar vidas!